Dia do Folclore (O Saci-Pererê)

agosto de 2012 por

Saci-Pererê

Foto: Portal SESC/S

Saci-Pererê
Cadê você?
Estava cavalgando
A mula-sem-cabeça.
Desça e apareça!
Seu primo
Negrinho do Pastoreio
Quer vê-lo
Não esqueça
De tomar a bênção
Ao seu tio
O bicho-papão
Esqueço nada
Mãe d’água!

Esta poesia faz parte do livro de minha autoria, Caixa de Brinquedos.

Artigos Relacionados

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *