É Natal

dezembro de 2009 por

Pobreza no Natal

Foto: Lucas

No alto daquele morro
Um barraco
Solitário
Presépio natural
As estrelas brilham
A lua toca
O cão na porta
Guardião espiritual.

Sobre a mesa
Um pão
Pai, mãe
Filho, Jesus irmão
Pra alguns invisível
Poucos veem
Muitos sentem
Ele diz presente
O lar é humilde
O piso é de terra
Longe do asfalto
No céu se encerra.

Papai Noel
É velho
Não sobe morro
Esquece do povo
menino pobre
Nada tem
Para colocar
Na janela
O seu sonho
Mais um ano
Ficará
Na lista de espera
Menos mal
Que hoje
É Natal.

Artigos Relacionados

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *