Madres de Plaza de Mayo

maio de 2012 por

As Mães da Praça de Maio

Foto: Paula

Las madres están llorando
Por los niños que no volverán.
Vidas…
¿Por qué sacrificar?

Padres sin niños
Los niños sin padres,
Mataron a los cuerpos
Pero nunca los Espíritus.

En las tumbas, los niños
Gritan de libertad,
En la Plaza de Mayo
Las madres lloran la triste verdad.

El dolor y la nostalgia
Eso es todo.
En el corazón de la madre
Esperanza de resucitar al niño.

Por los que murieron,
Por los que mataron,
Argentina
Nunca se perdonará
Y las lágrimas
Continuarán a saltar.

Mães que estão a chorar
Por filhos que não irão voltar.
Vidas…
Por que sacrificar?

Pais sem filhos
Filhos sem pais,
Mataram os corpos
Mas os Espiritos jamais.

Nos túmulos, os filhos
Gritam por liberdade,
Na Praça de Maio
As mães choram a triste verdade.

Dor e saudade
É só o que há.
No coração de mãe
Esperança do filho ressuscitar.

Pelos que morreram,
Pelos que mataram,
A Argentina
Nunca se perdoará
E as lágrimas
Continuarão a rolar.


As Mães da Praça de Maio

Mães que estão a chorar
Por filhos que não irão voltar.
Vidas…
Por que sacrificar?

Pais sem filhos
Filhos sem pais,
Mataram os corpos
Mas os Espiritos jamais.

Nos túmulos, os filhos
Gritam por liberdade,
Na Praça de Maio
As mães choram a triste verdade.

Dor e saudade
É só o que há.
No coração de mãe
Esperança do filho ressuscitar.

Pelos que morreram,
Pelos que mataram,
A Argentina
Nunca se perdoará
E as lágrimas
Continuarão a rolar.

Artigos Relacionados

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *