A Carteira

junho de 2013 por

Alguém esbarrou nele, ele olhou para trás, era um rapaz franzino. Porém ao chegar à calçada, não encontrou a sua carteira. Ato continuo, segurou o rapaz pelo pescoço.

leia mais

Gosto não se Discute

Abril de 2013 por

Contratou uma empregada nova que cozinhava bem, arrumava bem, lavava roupa maravilhosamente, enfim tinha todos os predicados que as donas de casa procuram em uma “secretária de forno e fogão”. Sim, ela era um achado, um presente dos céus.

leia mais

A Bola

Janeiro de 2013 por

Quase no final do baile, Bonito passou por mim e disse: “Viu aquela lourinha que estava dançando comigo? Já está no papo”. De repente, um desastre.

leia mais

O Dono dos Bêbados

outubro de 2012 por

José começou dançando xaxado, discorreu uma hora sobre a importância da salsicha no cachorro quente. Abusou da paciência de todos.

leia mais

Aires, o Vivaldino

agosto de 2012 por

Trabalhava na loja um adolescente chamado Aires. Como todo jovem, ele se considerava a pessoa mais inteligente do mundo. Ouvir a sabedoria dos mais velhos não fazia a sua cabeça.

leia mais

Férias de Julho (3)

julho de 2012 por

As charretes eram puxadas por bodes e carneiros. Os bodes precisavam fazer os cavanhaques com urgência. Será que eles têm raiva dos barbeiros?

leia mais

O Marinheiro Zé Boreste

junho de 2012 por

Lutou bravamente com suas pernas, andou em zigue-zague, segurou algumas paredes, mas conseguiu chegar à Estação das Barcas, na Praça XV.

leia mais

A Lua como Testemunha

Abril de 2012 por

Meu amigo chorava. Não de dor, mas porque teria que vender o “Francisquinho” a um ferro-velho, pois ele tinha acabado como carro. Poste assassino!

leia mais

O Motor que Esquentava

Março de 2012 por

Existem pessoas que adoram carros. Pessoas que entendem bem dos veículos que possuem. Não é o meu caso.

leia mais