Terra de Oxalá

Janeiro de 2015 por

Foto: Lapidim

Foto: Lapidim

O sol
Nasce indolente
Com preguiça
De despertar.
Lava o rosto
Na Baia de Todos os Santos.
Admira a cidade
Se benze
Pro mal afastar.

Cidade de Salvador
Bahia
Terra de Oxalá.

A lua
Boêmia
Vagueia na Barra
Suspira no Jardim de Alá
Geme Pelourinho
Sonha na Federação
Na hora maior
Deita obrigação.

Axé Xangô!
Viva Obatalá!
Cidade de Salvador
Terra de Oxalá.

OBS: Esta poesia foi musicada por Dudu Fagundes. Caso queiram ouvir, meus amigos, basta me enviar o pedido por email.

Artigos Relacionados

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *