Vida de Aposentado

fevereiro de 2016 por

Naquela empresa a conversa daquele dia era só sobre o Dr. Gervásio.

Parabéns, era tudo que eu queria. Finalmente vai ficar numa boa, nada de condução apertada, adeus engarrafamento, tchau estresse desse transito maluco. Após esperar por esse dia durante vários anos ele chegou: mudaria o terno pelo pijama, vestiria a bermuda do dia a dia.

Eis que vamos encontra o meu amigo no primeiro dia do paraíso.

Foto: rudyanderson [CC0], via Wikimedia Commons.

Foto: rudyanderson [CC0], via Wikimedia Commons.

– Gervásio, acorda, o relógio não despertou, você vai perder a hora do trabalho.
– Não, Matilde, você esqueceu que eu agora sou um homem aposentado. Um feliz Aposentado. Uns bons vivam, por favor, deixe-me aproveitar mais um pouquinho desta cama quentinha.

Aquele dia foi o último dia de sossego do Gervásio.

No outro dia pela manhã, sua esposa o acordou com uma listinha de tarefas.

– Acorda, meu amor, tá na hora.
– Matilde, eu já não falei que estou aposentado?
– Sim, você se aposentou do trabalho na empresa, porém você passa a ser empregado da casa e da família.

A lista de tarefas era enorme: lavar o banheiro, enxugar e guardar as louças, lavar as cuecas sujas, passar pano molhado no chão. No fim do dia, Gervásio estava mais moído que boi ralado. Porém ele não se deu por vencido e pensou com seus botões: amanhã vou poder desfrutar o descanso do guerreiro.

Ledo engano, começaram a surgir os telefonemas dos filhos e dos outros familiares:

  1. – E aí, paizão? Parabéns, está aposentado! Como aposentado não faz nada, eu preciso que o senhor vá pagar uma conta pra mim no Banco.
  2. – Pai querido, sua filha precisa que o senhor leve seus netos pra natação, já que o senhor está à toa.
  3. – Mano velho, parabéns, vida boa! Gostaria de estar aposentado também, já que não estou, preciso que você leve nossa mãe ao médico.
  4. – Gervásio, preciso que você leve pão, leite, queijo, para casa de nosso filho, pois ele está sem dinheiro. Aproveita e paga a empregada pra ele, não reclama pois aposentado tá com dinheiro.
  5. – Gervásio, nosso netos vão ficar aqui hoje, vai lá no mercado comprar chocolates, refrigerantes, Toddynho e outras guloseimas para as crianças.
  6. – Pai, preciso que o senhor pague uma multa de transito no Banco e depois leve o carro para renovar a licença. Aposentado não faz nada mesmo.
  7. – Gervásio, você precisa cortar o cabelo, fazer a barba, se vestir melhor, pra onde tá indo seu dinheiro?

– Não tenho mais dinheiro nenhum meu pagamento de aposentado que já é pouco, está todo indo para despesas que não são minhas.
– Gervásio, será que você está com uma rapariga na rua?

Meu amigo Gervásio, cujo atual emprego é “já”: já que o senhor não tem nada pra fazer, já que o senhor tá com dinheiro, já que o senhor tem todo o tempo do mundo. É muito já para um único aposentado.

Assim o maior sonho do meu amigo seria, se possível, desaposentar.

Artigos Relacionados

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *