Coisas de Criança

outubro de 2013 por

Hoje eu vou contar algumas histórias das queridas crianças, que cruzaram no meu caminho e arrancaram algumas risadas.

… Em uma oficina de literatura, o professor mandou desenhar uma zebra. Uma menina de cinco anos perguntou ao professor:
– Tio, posso pintar a zebra de cor de rosa?
– Claro, a zebra é sua!

… O professor perguntou :
– Pintaram o burro de preto e branco. O que ele virou?
Mais que depressa, um aluno respondeu:
– Botafogo!

… Após a oficina, uma menina se aproximou do professor e falou:
– Tio, vou pedir dinheiro ao meu pai para comprar o seu livro.
Porém, de imediato, ela parou, pensou e falou:
– Não, não. Vou pedir ao meu avô. Afinal, ele faz tudo que eu quero.

… Dialogo entre uma avó e sua neta de 4 anos, pelo telefone:
– Vó, você é a mãe da minha mãe?
– Sim.
– Você manda nela?
– Em tese, sim.
– Ela obedece?
– Acredito que sim.
– Então vem aqui em casa porque ela está muito desobediente.

… Ao chegar na casa da filha, a avó vê a neta subindo na porta do quarto e a mãe reclamando:
– Desça já dai!
A avó vira e fala para a neta:
– Sabia que quando eu era do seu tamanho, eu subia mais alto?
A mãe apavorada disse:
– Se você cair, eu não vou levá-la para o hospital.
Mas a neta rápida e rasteira responde:
– Não tem problema, minha avó leva.

… Na sala, o professor perguntou as crianças:
– Encheram um porco de espinhos. O que ele virou?
Todos responderam:
– Um porco-espinho!
– Não, não. – respondeu o professor – É o primo do porco-espinho. Ele pode ser do mar ou da terra.
Para ajudar, o professor mostrou o retrato de um ouriço. Um aluno, cheio de pose de sabichão, levantou o braço e respondeu:
– Um Chouriço.

… Na sala daquela residência, a família estava reunida.
De repente, o avô soltou um pum.
Para tentar disfarçar, ele acusou o neto de 2 anos.
Pobre criança.
O netinho balançou a cabeça negativamente, apontou pro avô e disse:
– Vovô pum-pum.
A partir daquele instante, o neto passou a chamar seu avô de vovô pum-pum.

Artigos Relacionados

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *