Natal na Floresta

dezembro de 2010 por

Natal Animal

Foto: Eleftheria Alexandri

O flamboyant
Se vestiu
De Papai Noel.
Os pardais
Nos galhos
Entoavam uma linda
Canção de natal.
A lua iluminava
O cenário.
Os olhos do céu
Brilhavam.
O maestro canário
Era pura alegria.
O operário João
Deixou de mexer
No barro.
No lago
O papo amarelo
Do jacaré, estava
Pro ar.
Ele só queria
Olhar.
O ouriço
Saiu da venda
Deixou de ser
Caixeiro.
Queria viajar.
O carpinteiro
Que é o bicho
Parou de serrar
E foi expiar.
A sinfonia
Contagiava
A todos.

Até o rei leão
Se deixou
Emocionar.
A bruxinha
Estacionou a vassoura
E começou a chorar.
As andorinhas
Sentadas no fio.
Não davam nem
Um pio.
A hiena
Como sempre
Só sorria.
O boi
Mugia
Tentando cantar.
Um pingüim
Veio do frio.
Queria
Confraternizar.
O tatu bola
Se colocou
Na ponta do galho.
O vaga-lume
Se postou na folha
E começou a piscar.
Borboletas coloridas
Também se chegaram
Para enfeitar.
Uma garça
Bailava sozinha.
Uma coruja
Falava com a galinha.
Esquecida no ninho
Uma pomba branquinha.
Ao longe um uivo
De um lobo
Outrora mau.
Uma roda de bichos
Em volta da árvore
Celebram a paz
Todos felizes
Porque hoje
É Natal.

Artigos Relacionados

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *